Ainda não sacou dinheiro do fundo PIS/Pasep? Você vai receber 8,97% a mais

maisCotações e Índices

Moedas - 16/07/2018 09:31:41
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,851
  • 3,852
  • Paralelo
  • 3,870
  • 4,060
  • Turismo
  • 3,830
  • 4,060
  • Euro
  • 4,513
  • 4,514
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,860
  • 3,861
  • Libra
  • 5,113
  • 5,114
  • Ouro
  • 153,280
  •  
Mensal - 16/05/2018
  • Índices
  • Mar
  • Abr
  • Inpc/Ibge
  • 0,07
  • 0,21
  • Ipc/Fipe
  • -
  • -0,03
  • Ipc/Fgv
  • 0,17
  • 0,34
  • Igp-m/Fgv
  • 0,64
  • 0,57
  • Igp-di/Fgv
  • 0,56
  • 0,93
  • Selic
  • 0,53
  • 0,52
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,58
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

maisObrigações Tributárias do Dia

  • 16/Julho/2018
  • INSS | Previdência Social
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Os trabalhadores que têm dinheiro no fundo do PIS/Pasep, mas ainda não sacaram os valores devem receber 8,9741% a mais. Este é o rendimento anual para 2018, informou a Secretaria do Tesouro Nacional. O valor ficou dentro do previsto pelo governo, que estimava uma correção entre 8% e 10%.

Tem direito ao fundo PIS/Pasep quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 1988. Quem não sacou os recursos e tinha dinheiro no fundo em 30 de junho vai receber esse rendimento anual. Ele leva em conta os juros e a atualização monetária. Os detalhes do cálculo foram publicados no Diário Oficial da União no último dia 29. 

Quem sacou dinheiro não terá rendimento
Em junho, o governo autorizou o saque do fundo para cotistas de todas as idades. O calendário de pagamento começou para quem tinha 57 anos de idade ou mais. Porém, o saque foi interrompido para o cálculo dessa atualização de valor e voltará em agosto. (Veja o calendário abaixo)

Quem deixou o dinheiro na cota terá direito ao acréscimo. Ou seja, se tinha R$ 1.000 no fundo, receberá R$ 89,74 de rendimento. Já quem teve pressa ou precisou tirar o dinheiro logo após a liberação dos saques perdeu esse rendimento.

Saque liberado para todas as idades
O governo liberou em 13 de junho o saque do PIS/Pasep para todos que trabalharam com carteira assinada entre 1971 e 1988. Antes, era preciso preencher um dos requisitos para retirar o dinheiro, como estar aposentado ou ter uma doença grave, por exemplo.

Enquanto não podia sacar o dinheiro, o trabalhador recebia um rendimento, pago uma vez por ano. Quando saca os valores da cota, os trabalhadores não recebem mais o rendimento anual. 

Saque foi suspenso temporariamente
O saque do fundo foi interrompido temporariamente no dia 29 de junho e volta em agosto, depois de ser corrigido.

Veja o calendário:

30 de junho a 7 de agosto: saque interrompido para cálculo dos rendimentos anuais das cotas
8 de agosto: liberação de saque para cotistas de todas as idades que possuem contas na Caixa (PIS) e no Banco do Brasil (Pasep). Cotistas a partir de 57 anos continuam podendo sacar (e vão ganhar 8,9741% a mais, por causa do reajuste anual)
14 de agosto: saque liberado para cotistas de qualquer idade que tenham conta em outros bancos
28 de setembro: último dia para saque. A partir do dia seguinte, pagamento volta a ser feito apenas aos cotistas que atendem aos critérios habituais de saque (leia mais abaixo)
Se não sacar o dinheiro, continuarei recebendo o rendimento?
Sim. Quem não fizer o saque da cota agora, durante essa liberação do governo, continuará recebendo o rendimento anualmente.

Poderei tirar o dinheiro depois de 28 de setembro?
Após 28 de setembro, voltam a valer os critérios habituais para o pagamento das cotas. Se não retirar os valores no prazo, o trabalhador só poderá fazer o saque ao preencher ao menos um dos seguintes requisitos:

  • 60 anos de idade ou mais
  • estar aposentado
  • invalidez
  • câncer
  • portador do vírus HIV
  • doenças graves listadas em portaria interministerial do governo
  • idoso e/ou pessoa com deficiência que recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC)
  • transferência para reserva remunerada ou reforma (no caso de militar)
  • em caso de morte do trabalhador, a família pode sacar

Vou deixar de receber o abono do PIS/Pasep se sacar esse dinheiro?
Não. As cotas do fundo do PIS/Pasep e o abono salarial são duas coisas diferentes.

Fonte: UOL Economia | 11/07/2018

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Brada Contabilidade  |  Av. Santo Amaro, 1817 - Loja 11 - Vila Nova Conceição
CEP 04505-003 - São Paulo/SP  |  Fone 11. 3846 8404 / 5015 8404